Professora da UFSM estará na Suíça para tratar sobre radiação ultravioleta – FM 102.7 Mhz – A Gigante Do Rádio | Santa Maria – RS
loading...

Professora da UFSM estará na Suíça para tratar sobre radiação ultravioleta

0 3
Uma professora da Universidade Federal de Santa Maria, estará de 15 e 20 de setembro, em um workshop de agência da ONU na Suíça para tratar sobre a Camada de Ozônio. A Professora e doutora em Química Atmosférica, Damaris Kirsch Pinheiro, conduz um dos quatro grupos de pesquisa sobre o tema no Brasil.
Damaris foi indicada, pelo Ministério do Meio Ambiente, para representar o Brasil nos últimos dois encontros mundiais de monitoramento, em 2014 e 2017, que deram origem ao mais importante relatório da área, Scientific Assessment of Ozone Depletion. Entre os dias 15 e 20 de setembro, a pesquisadora estará em Genebra, na Suíça, para um workshop da WMO.
Com a aproximação do período de calor mais intenso na Região Sul do país, a pesquisadora alerta que o Brasil, localizado na faixa equatorial do globo, é um dos países com maior incidência solar. A partir de outubro e pelos seis meses seguintes, até março, estaremos expostos a níveis elevados de radiação ultravioleta. É o momento ideal para lembrar a população sobre a necessidade de ter cuidado.
A próxima segunda-feira, 16 de setembro, marca o Dia Internacional da Preservação Camada de Ozônio. Nesta data, em 1987, foi assinado o Protocolo de Montreal, acordo global para a sua preservação. Desde então, especialistas dos países signatários trabalham no monitoramento e acompanhamento da Camada e de seus efeitos sobre a vida na Terra.
Sobre a pesquisadora 
Damaris Kirsch é graduada pela UFSM e trabalha com o tema desde 1992. Ela participa regularmente dos encontros globais de avaliação das mudanças climáticas, coordenados pela World Meteorological Organization (WMO), a agência das Nações Unidas para a Meteorologia.
Fonte: Assessoria de Comunicação UFSM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *