Laboratório confirma protozoário da toxoplasmose em reservatório de residência no Bairro Fátima – FM 102.7 Mhz – A Gigante Do Rádio | Santa Maria – RS
loading...

Laboratório confirma protozoário da toxoplasmose em reservatório de residência no Bairro Fátima

0 7

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (6) o Ministério Público Federal (MPF)  confirmou que uma amostra de água de uma residência abastecida pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), e encaminhada à Universidade de Londrina atestou positiva para a presença de toxoplasma. A residência de classe média-alta, fica localizada no Bairro Fátima, na região Central do município. Também participaram da entrevista coletiva médicos infectologistas da cidade.

Durante a entrevista coletiva as autoridades reforçaram à população as recomendações para só ingerir água fervida e evitar o consumo de alimentos crus. Segundo informações do MPF, o protozoário identificado em laboratório não seria o mesmo que causo a morte de quatro fetos, confirmados com a doença.

Em entrevista à Rádio Medianeira, o secretário Estadual da Saúde, Francisco Paz, disse que a investigação sobre a origem do surto segue sendo feita por técnicos do Estado e do Ministério da Saúde e que essa informação em nada muda a estratégia adotada pelas autoridades para conter o avanço surto. Francisco Paz também disse que a Corsan deve continuar realizando a limpeza das reservatórios e coleta de amostras de água para análise.

Já a procuradora do MPF, Tatiana Dorneles, disse à Rádio Medianeira que a estimativa é de que cerca de quatro a cinco mil pessoas possam estar contaminadas em Santa Maria. Ela acrescentou que nos próximos dias um cronograma de limpeza das caixas d´água em condomínios e residências deve ser divulgado. A população de um modo geral também está sendo orientada a realizar a limpeza dos reservatórios de água.

A secretária de Município da Saúde, Liliane Mello Duarte, disse que a Prefeitura continuará cobrando a Corsan quanto à qualidade da água fornecida à população, limpeza dos reservatórios e coleta de amostras para análise.

“Agora nos temos um fato que precisa ser averiguado. Esse toxoplasma não é o causador do surto, não é o mesmo DNA encontrado nos pacientes diagnosticados até o momento, mas é um fato que precisa ser investigado”, complementou a secretária de Saúde.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Foto: Rodrigo Thiel

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *