loading...

Granizo assusta e causa danos em residências em Júlio de Castilhos e Tupanciretã

0 3

JÚLIO DE CASTILHOS

Uma forte chuva de granizo assustou moradores de Júlio de Castilhos, na madrugada desse terça-feira (12), atingiu parte da cidade e em grande quantidade o interior do município. As pedras de gelo eram grandes e provocaram danos em alguns veículos, toldos e telhados de residências. Moradores tiraram fotos e postaram em redes sociais com pedras de gelo do tamanho aproximado de uma bola de tênis e ou de um ovo de galinha. Chuva de pedra atingiu a comunidade do Céu Azul. As primeiras informações são de telhados com grandes estragos e destelhamentos, também, nas comunidades de Estrela, São Xavier e Passo dos Buracos Na comunidade de São João do Barro Preto, também houve a incidência de granizo. A previsão do tempo para a terça-feira (12) em Júlio de Castilhos ainda é de chuva forte durante todo o dia e parte da noite.

TUPANCIRETÃ

Subiu para 400 o número de residências danificadas em Tupanciretã, devido a chuva de granizo registrada na madrugada dessa terça-feira (12). Segundo a Defesa Civil do Município, os problemas já foram verificados nos bairros Centro, Martins, Severo da Rosa, Paineiras, Gaúcho, Assentamento Santa Rosa, Corredor das Tropas. Desde as primeiras horas da manhã a Defesa Civil percorre as regiões mais atingidas e realiza a distribuição de lonas aos atingidos, junto a Assistência Social. Parte desse material esá sendo buscado com apoio da Prefeitura de Júlio de Castilhos. O órgão colocou à disposição da população o telefone (55) 3272-2484, para o registro de ocorrências relacionadas ao temporal. Um balanço mais detalhado da situação deve ser divulgado nas próximas horas.

SEM LUZ

O temporal que atinge o Rio Grande do Sul desde ontem deixa ao menos 112 mil clientes sem energia elétrica nesta terça-feira. As regiões mais afetadas são a das Missões, Noroeste, Norte e Planalto. Na área de concessão da RGE, são 57 mil clientes afetados e na da RGE Sul, 55 mil. De acordo com as empresas, ainda não há previsão para restabelecimento do serviço, principalmente porque chove forte ainda em muitas cidades, como Sarandi, Passo Fundo, Santo Ângelo e Palmeira das Missões. Já na área de concessão da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) ainda não há informações sobre falta de luz. As empresas de energia alertam para que não se toque em fios caídos ou em qualquer equipamento elétrico, pois podem estar energizados e o risco de acidente é alto. Em Tupanciretã uma forte chuva de granizo durante a madrugada destelhou pelo manos 40 residências. A Defesa Civil presta auxílio aos atingidos.

TORNADO

O município de Chiapetta, na região Noroeste do Estado, registrou a passagem de um tornado na tarde desta segunda-feira. De acordo com a coordenadora da Defesa Civil de Ijuí, Sandra Martins, o fenômeno ocorreu por volta das 14h numa área de vegetação, distante de residências, sem causar nenhum tipo de prejuízo ou ferindo alguma pessoa. Segundo a Defesa Civil Estadual, o município não teve nenhum dano registrado causado pelo mau tempo. Conforme a MetSul Meteorologia, as condições na região são muito propícias ao fenômeno pelo padrão divergente de vento com a corrente de jato em baixos níveis.

MORTE

Casa desabou no interior de Ciríaco matando morador | Foto: Cristiano Duarte Krummenauer / Rádio Planalto / CP

Casa desabou no interior de Ciríaco matando morador | Foto: Cristiano Duarte Krummenauer / Rádio Planalto / CPO

A forte vento e a chuva incessante – que atingem Ciríaco, na região do Planalto do Rio Grande do Sul – causaram a morte de um morador. De acordo com a Brigada Militar, José Alves Nunes, de 53 anos, morreu após sua casa desabar na madrugada desta terça-feira.

Nunes morava na estrada Fazenda Pedreira, no interior do município. Ele chegou a ser socorrido pelos vizinhos e encaminhado ao Hospital São José, em David Canabarro, mas não resistiu aos ferimentos.

A cidade, de menos de 5 mil habitantes, teve cerca de 80 casas destelhadas, segundo a Brigada Militar. Além disso, muitas árvores e postes caíram, deixando a maior parte da cidade sem energia elétrica. A prefeitura e a Defesa Civil trabalham para tentar reduzir os danos.

SITUAÇÃO NO RS

A chuva e o vento causam transtornos em pelo menos quatro regiões do Rio Grande do Sul na manhã desta terça-feira. No Noroeste do Estado, a chuva veio acompanhada de granizo e danificou diversas casas em Sarandi na noite de ontem. Ainda não há informações sobre a quantidade de residências atingidas e nem sobre a distribuição de lonas realizada pela Defesa Civil.

Já no Vale do Sinos, os ventos de cerca de 80 km/h causaram destelhamentos e quedas de árvore em Estância Velha. Segundo o Corpo de Bombeiros, os bairros mais afetados foram o Centro e o União. O telhado de um depósito de uma empresa na rua Presidente Lucena caiu. Apesar dos estragos, não houve feridos. Na mesma rua, árvores caíram sobre a rede elétrica e carros que estavam estacionados, mas não houve feridos. Além disso, uma árvore tombou na avenida Presidente Vargas próximo a um posto de combustível.

Foto: Corpo de Bombeiros de Estância Velha / Divulgação / CP

 No Vale do Paranhana, uma das cidades mais atingidas foi Igrejinha, onde pelo menos oito residências e três escolas ficaram destelhadas. A cidade registrou ainda queda de árvores e falta de luz, principalmente na região que abrange o Loteamento Parque das Acácias 2. Na tarde de ontem, parte do telhado da fábrica de calçados Piccadilly foi arrancado. De acordo com a Defesa Civil, não há registros de feridos na região.

Na Serra gaúcha, ao menos três cidades sofrem com transtornos. Em Bento Gonçalves, há casas destelhadas e quedas de postes e árvores nos bairros Ouro Verde, Zatt e Santa Helena. Ao menos duas escolas tiveram os telhados danificados: a Estadual Ângelo Chiamolera e a Municipal Infantil Criança Feliz, que suspendeu as aulas nesta terça-feira. Já em Farroupilha, postes caíram e casas ficaram destelhadas. A Defesa Civil ainda contabilizava os estragos causados pelo vento. Ninguém ficou ferido.

Foto: Defesa Civil de Igrejinha / Divulgação / CP

Em Caxias do Sul, uma árvore de grande porte caiu na madrugada desta terça-feira entre as ruas Os Dezoito do Forte e Alfredo Chaves, no Centro, bloqueando a via. Os bombeiros já foram acionados e devem fazer a retirada. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Serrano, São José, Jardim Eldorado, Vila Seca e Vila Lobos estão sem energia elétrica em função de danos causados pelo temporal ainda do domingo.

O reparo já foi solicitado à concessionária de energia, mas ainda não há previsão para o restabelecimento da luz. Por isso, as cinco unidades não estarão ofertando vacinas nesta terça-feira. As doses, que precisam ser mantidas sob refrigeração, precisaram ser recolhidas. A imunização voltará a ser feita normalmente assim que a energia elétrica for restabelecida.

No Litoral Norte, apesar da forte chuva, não há registros de estragos, de acordo com a Defesa Civil.

Central de Jornalismo – Fabricio MInussi (MTB 11.110)
Com informações de agências e Correio do Povo
Foto/Destaque: Rádio Tupan AM / Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *