Cremers deve criar grupo de trabalho para esclarecer população sobre Toxoplasmose – FM 102.7 Mhz – A Gigante Do Rádio | Santa Maria – RS
loading...

Cremers deve criar grupo de trabalho para esclarecer população sobre Toxoplasmose

0 5

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) pretende formar um grupo de trabalho até sexta-feira para informar a população de Santa Maria e os profissionais de saúde sobre a Toxoplasmose. A decisão foi anunciada nesta terça-feira pelo presidente do Cremers, Fernando Weber Matos, após uma reunião com os médicos infectologistas de Santa Maria – Fábio Lopes Pedro, Vanessa Oliveira e Alexandre Vargas que apresentaram um resumo da situação da epidemia da doença em Santa Maria.

A cidade já registrou mais de 600 casos de toxoplasmose que atingiu crianças, gestantes e adultos. Segundo Matos, o conselho pretende conversar com a Secretaria Estadual da Saúde para estabelecer um trabalho conjunto que possa proteger a população. “Não está havendo uma perfeita sintonia entre os médicos e a secretaria de saúde de Santa Maria e essa parceria precisa ser melhorada”, destacou.

Matos afirmou ainda que pretende envolver nas discussões profissionais de pediatria, ginecologia e oftalmologia. A cidade contabilizou até o momento 665 casos suspeitos da doença. Desses, 352 foram confirmados – sendo 27 em gestantes.

Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos.

Contudo, homens e outros animais também podem hospedar o parasita. A doença pode causar sintomas semelhantes aos da gripe em algumas pessoas, mas, na maioria das vezes, as pessoas afetadas nunca desenvolvem sinais e sintomas.

Para crianças nascidas de mães infectadas e de pessoas com sistema imunológico enfraquecido, a toxoplasmose pode causar complicações sérias. Cerca de 80% a 90% das pessoas infectadas não apresentam sintomas. No entanto, quando a doença é adquirida durante a gravidez ou por alguém que tenha sua imunidade comprometida, os sintomas podem ser mais graves, podendo até levar a pessoa à morte quando não diagnosticada precocemente.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Com informações do Correio do Povo
Foto: Reprodução / Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *