TOXOPLASMOSE. Seis postos de saúde abrem sábado (21). Acompanhe a evolução do surto – FM 102.7 Mhz – A Gigante Do Rádio | Santa Maria – RS
loading...

TOXOPLASMOSE. Seis postos de saúde abrem sábado (21). Acompanhe a evolução do surto

0 7

Seis unidades de saúde do Município abrirão as portas nesse sábado (21), Feriado de Tiradentes, para atender gestantes, que queiram tirar dúvidas e até encaminhar exames com relação ao surto de toxoplasmose na cidade, evento confirmado por autoridades da saúde em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (19).

As gestantes são o público de maior risco, pois a chance de transmissão do protozoário ao feto é muito alta.

 

UNIDADES ABERTAS SÁBADO (21)*

UBS Floriano Rocha (Rua Benjamin Ávila, 12, Cohab Santa Marta)

UBS Ruben Noal (Av. Paulo Lauda, 80 – Cohab Tancredo Neves)

UBS José Erasmo Crossetti (Rua Floriano Peixoto, 1752, Centro)

Centro Social Urbano (Rua Venâncio Aires, 2645 – Vila Oliveira)

UBS Kennedy (Rua Vereador Dário Leal Da Cunha, S/N, B. Salgado Filho)

UBS Wilson Paulo Noal (Rua Monte Carlo, S/N. Camobi)

*O Horário de funcionamento será das 8h ao meio-dia

O Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) já tem 14 casos confirmados num universo de 60 notificações em análise. Os sintomas vão desde febre alta, dor de cabeça e dores pelo corpo. Uma equipe do Governo do Estado está trabalhando para identificar a origem do surto, atribuída à água ou alimentos contaminados. Os casos notificados são de diferentes regiões da cidade. Além das gestantes, recomenda-se à crianças menores de dois anos e imunodeprimidos o consumo de água mineral e à população em geral, que ferva a água por dez minutos antes de beber.

FORÇA-TAREFA NAS UNIDADES

A secretária municipal de Saúde, Liliane Mello Duarte, reforçou que a Prefeitura, com apoio do Estado, dará toda assistência à população e, informou, que neste sábado (21), seis Unidades de Saúde do Município estarão abertas das 8h ao meio-dia (confira quais abaixo) para acolher as gestantes que, junto com os recém-nascidos e imunodeprimidos, estão nos grupos de risco para Toxoplasmose.

“As gestantes que puderem, compareçam às Unidades neste sábado para que recebam orientações e o acolhimento, além de tirar dúvidas que certamente serão levantadas neste momento”, explicou a secretária Liliane.

MEDIDAS ADOTADAS

De acordo com o prefeito Jorge Pozzobom e a secretária de Saúde, Liliane Duarte, todas as medidas de investigação, prevenção e controle estão sendo adotadas no Município. O chefe do Executivo ressaltou que, na segunda-feira (23), estará em Porto Alegre para tratar deste assunto com o secretário Estadual da Saúde, Francisco Zancan Paz. Já na terça-feira, o mesmo assunto será abordado, em Brasília, em reunião no Ministério da Saúde com a presença do deputado federal Osmar Terra.

“Estamos reunindo todos os esforços para acalmar e atender a população e, garantimos, que estamos tomando todas as medidas necessárias. Pedimos calma à população”, enfatizou o prefeito Jorge Pozzobom.

ORIGEM DO SURTO

A chefe de Divisão Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde, Tani Maria Schilling Ranieri Muratore, lembrou que não há como definir o início e nem o término do surto, mas que será feito uma busca ativa nos postos de Saúde para levantar os casos e esclarecer a fonte de contaminação. Conforme Tani, a literatura médica aponta duas situações para a Toxoplasmose: a água e os alimentos – especialmente carne crua ou mal passada.

“É uma doença endêmica, e os sintomas são semelhantes a outras patologias. Por isso, todos os casos serão investigados. Pedimos calma e ressaltamos que as equipes estão fazendo estudos para identificar a fonte deste surto”, finalizou Tani.

14 CASOS CONFIRMADOS E NOTA TÉCNICA

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) confirmou, nesta quinta-feira (19), 14 casos de toxoplasmose em Santa Maria. Desde março, o CEVS, a 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e os profissionais da saúde da área pública e privada do município investigam um aumento no número de casos com quadro de febre, dores no corpo, na cabeça e cansaço, inicialmente sem causa definida.

Em função desses casos, o CEVS divulgou uma nota técnica sobre o assunto.

Sobre a doença

A toxoplasmose é uma zoonose causada por protozoário – o Toxoplasma gondii. A transmissão pode ocorrer por via transplacentária, ingestão de água e alimentos contaminados, transplante de órgãos ou transfusão sanguínea de doador infectado.

Como prevenir

– Evite comer alimentos crus; não prove a carne crua durante a preparação; coma verduras e legumes sempre bem lavados;

– Congele a carne por 3 dias, a 15º negativos;

– Lave bem as mãos após manipular carnes cruas e antes de comer; se estiver gestante, procure usar luvas;

– Evite contato com fezes dos gatos ou lave bem as mãos após isso ocorrer;

– Mantenha seu gato bem alimentado para que ele não precise caçar para comer; nunca lhe dê carne crua; evite que ele ande pelas ruas. Se não for possível, ponha um pequeno chocalho no pescoço no animal para que ele não consiga caçar;

– A caixa de dejetos dos gatos deve ser renovada a cada 3 dias e colocada ao sol com frequência;

– Cães também podem transmitir toxoplasmose ao sujarem o pelo no solo onde haja fezes de gato;

– Evite acariciar cães que andem soltos;

– Controle ratos e insetos como moscas, baratas e formigas, descartando corretamente o lixo doméstico e os dejetos das criações de animais;

– Lave bem as mãos e as unhas após trabalhar na terra (horta ou jardim). Gestantes devem evitar essa atividade ou utilizar luvas;

– A água pode ser contaminada por fezes de gatos. Mantenha os reservatórios bem fechados e se a água não for tratada, deve ser fervida antes do consumo.

Central de Jornalismo – Fabricio Minusi (MTB 11.110)

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *